Programas culinários aguçam a vontade dos pequenos em comer legumes e frutas

Mesmo que muito papais acreditem que a televisão pode atrapalhar a hora da refeição, alguns tipos de programas estimulam a vontade das crianças em comer frutas, verduras e legumes.

Família cozinhando junta

A televisão pode até causar problemas quando utilizada em excesso no dia a dia. Porém, um estudo do Journal of Nutrition Education and Behavior mostra que programas culinários podem influenciar os filhotes a terem uma alimentação saudável.

Como prova, 125 crianças de 5 escolas da Holanda, com idade entre 10 e 12 anos, foram separadas em 3 grupos diferentes: um  para assistir 10 minutos de um programa de culinária da TV aberta com comidinhas saudáveis, outro com alimentos de baixo nível nutricional, enquanto o último deveria ver o mesmo formato de show, mas com uma temática de competição entre as escolas.

Ao final das exibições, todos foram encaminhados para um lanchinho com maçã, pepino, pretzels e batatas fritas, estes últimos conhecidos como comidinhas difíceis de resistir. E adivinhe o resultado? Quase a metade do grupo do programa saudável preferiu os alimentos vegetais (41%), seguidos dos pequenos de competição entre escolas (22,7) e da turma de culinária comum (20%).

Segundo o líder da pesquisa, Frans Folkvord, a educação alimentar é um assunto que deve ser abordado nas escolas, onde pode ter um efeito positivo na absorção de conteúdo e habilidades, enquanto que uma má alimentação, focada em gorduras e repleta de produtos processados têm diversos efeitos negativos durante o crescimento.

O fato ocorreu porque os filhotes aprendem observando a forma de agir de outras pessoas, sejam os papais, pessoas da família, amigos e, neste caso, crianças de programas de culinária.

Criança com ingredientes saudáveis

Isso acontece quando os pequenos notam a diversão que existe ao cozinhar ou ter uma alimentação saudável, tornando esse método muito mais eficiente do que oferecer informações nutritivas sobre o papá.

Além disso, o cérebro é responsável por nos fazer ter vontade de vários tipos de comidinhas, quando vemos uma imagem ou sentimos seu cheiro.

Nem sempre os programas culinários salvam

Infelizmente nem tudo são flores, e construir o paladar dos nossos filhos vai além da telinha. 

Criança com comida saudável

Tenha calma! Essa resistência à mesa não significa que seu filhote vai passar o resto da vida sem comer vegetais do qual aparenta não gostar. A dica é ter uma dieta balanceada desde a gestação, passando por todas as primeiras fases dos pequenos, além de investir na variedade de alimentos, texturas e preparo durante a Introdução alimentar e caprichar na apresentação do pratinho . Assim, eles se acostumam com cores, sabores e nutrientes que esses alimentos oferecem.

Tirar a televisão das crianças durante as refeições não é a solução, pelo contrário, de vez em quando ela pode até ajudar! Mas sempre com o objetivo de atrair a atenção do pequeno para o papá e não distraí-lo! 

O Gourmet Jr recomenda a consulta de um profissional especializado em caso de dúvida quanto a qualquer informação disponível no portal.