Piores alimentos industrializados para crianças

O perigo pode estar dentro de casa, no seu armário ou na geladeira! Os industrializados são mais perigosos do que imaginamos.

Alimentos Industrializados

Dos supermercados aos restaurantes, hoje em dia os alimentos de mais fácil acesso, infelizmente, são os industrializados. Mesmo sabendo o tamanho da responsabilidade de formar uma criança saudável muitos pais acabam cedendo pela pressão da rotina e/ou preços na hora de fazer as compras e essas comidinhas muitas vezes acabam tomando conta dos armários e da geladeira.
Entretanto, um olhar crítico aos rótulos, valor nutricional e como são produzidos é necessário! A conscientização de toda família é essencial e selecionamos alguns alimentos que devem ser evitados em casa:

Alimentos industrializados: o perigo que vem embalado!

Refrigerante – Entre os vários de sabores e tipos, o perigo é o mesmo em todos os refrigerantes, a bebida possui alta concentração de açúcar simples. O consumo em excesso contribui para o desenvolvimento de problemas cardíacos, falta de sono e obesidade.

Bebidas zero, light e diet –
O segredinho dessas bebidas é como elas são adoçadas: com aspartame e ciclamato de sódio. As duas composições foram criadas para substituir o açúcar, mas não são indicadas para crianças.

Maionese –
Rica em gordura e sódio, também é pobre em nutrientes, ou seja, não agrega em nada nas refeições da criançada.

Salsicha –
Muito comum em festas infantis o famoso hot dog, ganha facilmente o paladar dos baixinhos. Vale reforçar que a maioria é feita de carne processada, além de ser fonte de sódio e gordura. Além m de muitas possuírem nitrito, uma composição química cancerígena.

Bolacha recheada – Não poderia ficar fora da lista! Faz mal e pode aumentar os níveis de colesterol ruim por causa da gordura trans – utilizada para aumentar o prazo de validade da bolacha. Para completar, é repleto de açúcar e pobre em fibras.

Salgadinho – Nos mercados também o que não faltam são opções de salgadinhos. E, alguns para dificultar o trabalho dos pais, tem brindes dentro da embalagem. A surpresinha, na verdade, são as calorias vazias que eles possuem. Além de muito sódio e gordura.

Cereais matinais – Os pequenos adoram, não é mesmo?! É possível encontrar no mercado opções bem coloridas de cereais matinais e, até mesmo, com brinquedos de brinde para instigar ainda mais a criançada. O perigo por trás desse tipo de alimento é a alta concentração açúcar e, geralmente, são pobres em nutrientes.

Macarrão instantâneo – É prático para preparar? Sim! Mas não vale à pena quando o assunto é saúde. O macarrão instantâneo não possui nutrientes e contém alto teor de sódio e conservantes.

Saúde infantil x alimentos industrializados

Os hábitos das famílias brasileiras deixam as crianças cada vez mais próximas desse tipo de alimento auxiliando também no ganho de peso. A pesquisa divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), e reproduzida pela revista Claudia, aponta que 33% dos bebês consomem refrigerantes e sucos artificiais. Além disso, 61% consome biscoitos industrializados antes de completar 2 anos. O que é totalmente desaconselhável pelo Ministério da Saúde.

Mudança de embalagem para alertar os consumidores!

Estão em análise pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) algumas propostas de selos que, quando aprovado o design final, serão inseridos em todos os rótulos para para alertar os consumidores quando o alimento tiver alto índice de açúcar.

“Um dos principais objetivos da revisão das atuais normas brasileiras para rotulagem é facilitar a compreensão das informações nutricionais pelo consumidor. Para isso, faz parte da proposta deixar mais visíveis e legíveis os dados nutricionais nos rótulos, o que permitirá fazer comparações entre produtos e reduzir situações que geram engano. A ideia é, ainda, ampliar a abrangência de informações nutricionais e aprimorar a precisão dos valores declarados pela indústria”, informa a Anvisa em comunicado à imprensa.

O Gourmet Jr recomenda a consulta de um profissional especializado em caso de dúvida quanto a qualquer informação disponível no portal.

abc da nutrição

Ver todas