Diabetes gestacional: o que é e como prevenir

A diabetes gestacional é uma doença muito comum durante a gravidez e pode fazer muito mal às mamães e aos filhotes que estão para nascer. Saiba como tratar e evitar esse problema no Gourmet Jr!

Diabetes gestacional: o que é e como prevenir

A diabetes gestacional é muito comum e já registra mais de 150 mil casos por ano no Brasil. Geralmente, essa doença ocorre porque durante a gravidez o corpo da mulher sofre alterações na produção hormonal materna para ajudar no desenvolvimento do bebê. A placenta diminui a ação da insulina e consequentemente o pâncreas aumenta a produção de insulina para compensar. Entretanto, o corpo de algumas futuras mamães não consegue fazer essa compensação e elas acabam desenvolvendo a diabetes gestacional.

As gestantes costumam sofrer com a diabetes gestacional a partir do terceiro trimestre da gravidez e essa doença quase sempre tem cura após o parto – quando tratada. Por isso, é importante tomar os cuidados necessários para não sofrer com o problema.

Identificando a diabetes gestacional

Esse tipo de diabetes não costuma apresentar muitos sintomas, por isso as gestantes acabam confundindo com alterações normais da gravidez. Mas é importante ficar de olho em algumas alterações, como fome excessiva, inchaço nas pernas e nos pés, candidíase ou infecção de urina frequentes, visão turva, cansaço e ganho de peso acima do normal na mãe ou no filhote.

Para um diagnóstico preciso, o médico deve fazer exames da glicose pelo menos três vezes durante o período de gestação. Se a doença for identificada, a futura mamãe precisará fazer um controle glicêmico com consultas médicas regulares.

Perigos para mamães e bebês

A diabete gestacional pode gerar problemas para a saúde das mamães e de seus bebês. Você sabe quais? Confira a seguir:

Para as mamães: parto prematuro, rompimento da bolsa amniótica antes do tempo adequado, o feto pode não virar de cabeça para baixo antes do parto, aumento do risco de pré-eclâmpsia e aumenta as chances de parto cesárea.

Para os bebês: bebê com tamanho maior que o adequado para a idade gestacional (isso pode aumentar o risco de obesidade na infância), doenças cardíacas, dificuldade de respirar ao nascer, hipoglicemia depois do nascimento e icterícia (coloração amarela na pele ou nos olhos).

Tratamento

Para manter os níveis de açúcar em ordem, o médico faz um acompanhamento específico e recomenda atenção redobrada para a dieta das gestantes. Elas precisam diminuir a ingestão de gordura e fazer refeições fracionadas durante todo o dia com frutas, legumes, verduras e alimentos integrais.

Caso essas medidas não sejam suficientes e o nível de glicose continue subindo no sangue, a futura mamãe pode precisar de injeções de insulina para manter em ordem a produção de hormônios e aliviar o pâncreas. Além disso, a diabetes gestacional faz com que as mulheres tenham mais chances de desenvolver a diabetes tipo 2 com o passar do tempo.

Evite a diabetes gestacional

Infelizmente, a diabetes gestacional nem sempre pode ser prevenida porque depende das alterações hormonais da gestação. Entretanto, as futuras mamães podem tomar alguns cuidados para minimizar as chances de sofrer com a doença.

  •         Não se esqueça de fazer pré-natal
  •         Mantenha o peso ideal antes de engravidar
  •         Alimente-se de forma saudável
  •         Cuide para aumentar o peso de forma mais lenta
  •         E por último, mas não menos importante, pratique exercícios físicos

O Gourmet Jr recomenda a consulta de um profissional especializado em caso de dúvida quanto a qualquer informação disponível no portal.

abc da nutrição

Ver todas