Construindo o paladar do bebê desde a gestação

Sabia que o paladar do bebê começa a se formar na barriga da mamãe? Entenda como o que você come pode ajudar a diminuir as chances do seu filhote desenvolver algum tipo de seletividade alimentar!

Construindo o paladar do bebê desde a gestação

Engana-se quem acredita que os hábitos alimentares começam a se formar somente depois da primeira colherada. A nutrição do bebê ainda dentro da barriga é muito importante para o crescimento e desenvolvimento adequados. Segundo estudos, os alimentos consumidos pela futura mamãe interferem na composição do líquido amniótico, ingerido pelos pequenos em boa parte da gestação. Após o nascimento, quando chega a hora de papar alimentos sólidos, as crianças tendem a demonstrar preferência por sabores familiares, por isso é tão importante manter uma alimentação saudável e equilibrada. 

O fluido que envolve o bebê é aromatizado pelos alimentos e bebidas ingeridos pela gestante nas últimas horas, é a memória desse aroma/sabor que o seu filhote carregará mesmo depois do nascimento. Ou seja, se a criança tiver em sua memória alimentos saudáveis, é muito provável que tenha facilidade de ingerir esse tipo de comidinha no futuro. 

Uma das primeiras pesquisas sobre a temática foi realizada no começo dos anos 2000 pelo centro de pesquisas Monell Chemical Senses, nos EUA, com algumas gestantes no último trimestre da gravidez. O estudo revelou: os filhotes das mulheres que ingeriram suco de cenoura na gestação e durante o aleitamento,tiveram facilidade em comer papinhas à base desse vegetal. 

Cuidados com a alimentação durante a gestação

Agora que já entendemos essa exposição do bebê aos alimentos ingeridos pela mamãe, é importante ter consciência que as gestantes precisam ter um cuidado todo especial com a alimentação nessa fase tão gostosa da vida. É imprescindível selecionar alimentos com altos valores nutricionais que sejam fontes de vitaminas e minerais, como ácido fólico, vitamina C e A, ferro, entre outros. 

A importância do leite materno

O leite materno é o alimento mais importante nos primeiros anos de vida no bebê, além ajudar os pequenos a conhecerem novos sabores. O gostinho do leite é influenciado de acordo com a alimentação da mãe, sendo assim, quanto maior for a variedade de alimentos ingeridos pela mulher, mais alterações o leite sofrerá. “Os bebês que são amamentados com leite materno geralmente dão menos trabalho na hora de comer, uma vez que tiveram uma experiência variada em termos de sabores desde os primeiros estágios da vida. Ao passo que os bebês alimentados com fórmulas têm uma vivência uniformizada. A chave é a exposição contínua a uma variedade de sabores desde o princípio. Isso é fundamental para a aceitação de alimentos no futuro”, explica a pesquisadora Lucy Cooke, psicóloga especializada em nutrição infantil e pesquisadora associada do University College London.

O Gourmet Jr recomenda a consulta de um profissional especializado em caso de dúvida quanto a qualquer informação disponível no portal.

abc da nutrição

Ver todas