Colesterol alto não é brincadeira

O colesterol alto vem silencioso igual a um fantasminha e está assombrando as crianças brasileiras. A boa notícia é que ele pode ser combatido e o Gourmet Jr. mostra como!

Ele chega como quem não quer nada,…

acompanhando uma batatinha aqui, alguns lanchinhos gordurosos acolá, e quando menos esperamos, levamos um baita susto.

Colesterol alto não é coisa só de adulto. Segundo a Sociedade Brasileira de Cardiologia, cerca de 20% das crianças brasileiras já apresentam colesterol elevado.

Com o estilo de vida cada vez mais sedentário e alimentação cheia de industrializados, as crianças estão entrando em peso nesse grupo. Gordinhos ou magrinhos, o problema existe e pode trazer riscos para a saúde do coração dos nossos futuros adultos.

A boa notícia é que tem como evitar. Vamos saber mais sobre isso?

Em se tratando da turminha, pequenas mudanças no dia a dia já fazem a diferença para mandar embora de uma vez por todas esse inimigo silencioso.

Mas afinal, o que é colesterol?

Colesterol é uma gordurinha que temos dentro do nosso corpo e é necessária para tudo funcionar direitinho. Ele pode ser de dois tipos, o chamado HDL, que é o colesterol bom e ajuda o corpo a eliminar as gorduras que fazem mal, e o LDL, o ruim, que se acumula nas veias e causa problemas. E tem ainda os triglicérides, uma reserva de energia para o corpo que também pode virar gordura.

Para tudo correr bem na saúde, os tipos de colesterol tem que estar equilibrados. Se os níveis de colesterol ruim e triglicérides dos pequenos sobem e os de  HDL caem, é sinal de alerta. Essas alterações levam à dislipidemia, o nome oficial do colesterol alto. O pior é que esse problema é difícil de descobrir, já que não tem sintomas. O diagnóstico só é feito através de exames e, muitas vezes, nas crianças, nem pensamos nisso. Por isso, fique sempre atento e converse com o pediatra.

O mais importante é convidar a casa toda para participar da mudança!

Bate coração

Se os números subiram, não se preocupe. Veja como enxugar o colesterol e deixar a criançada cheia de saúde:

– Tire do cardápio alimentos como laticínios, carnes gordas, frituras, açúcar e industrializados, eles tem o tipo de gordura que aumenta os números do colesterol ruim.

– Invista nas gorduras do bem, como azeite de oliva, óleo de canola, linhaça, castanhas, abacate e peixes. Esses alimentos são capazes de controlar o colesterol ruim e melhorar a saúde.

– Acrescente fibras na alimentação, elas ajudam a reduzir a absorção de gorduras pelo corpo.

– Troque a versão refinada de pães e massas por integrais, dessa forma, o carboidrato demora mais tempo para ser digerido e se transformar em açúcar no organismo.

– Aposte nas frutas vermelhas, eles tem antioxidantes que fazem bem pro coração e devem estar presentes na dieta da turminha.

– Coloque a meninada pra se mexer. Programe passeios e atividades que façam os pequenos sacudirem os corpinhos, nada de TV quando podemos brincar e correr lá fora.

O mais importante é convidar a casa toda para participar da mudança. Desse jeito, a pessoinha não vai se sentir excluída ou de castigo por conta dos novos hábitos, e sim parte de uma família muito saudável e divertida. Isso vai fazer bem pra todo mundo.

Com essas dicas, o colesterol está frito. Enquanto os papás podem ser assados, grelhados, cozidinhos… hmmmm

O Gourmet Jr recomenda a consulta de um profissional especializado em caso de dúvida quanto a qualquer informação disponível no portal.