Alimento e alergias: uma mistura que pode gerar muito atchim

De acordo com uma pesquisa feita na Universidade de Sichuan, o consumo de fast food pode estar ligado ao desenvolvimento de alergias e asma. Saiba mais!

Comer bem, pra respirar melhor

Quando o tempo esfria, a cabeça de quem tem criança em casa esquenta. As alergias e doenças respiratórias nessa época do ano são um problema que vai muito além do ar seco: os riscos para a saúde respiratória estão nos saquinhos de fast food.

Comida rápida, imunidade lenta

Um estudo apontou a relação entre má alimentação e aumento de asmas e alergias. Eles observaram que esses alimentos liberam substâncias no nosso corpo que afetam o sistema imunológico e podem contribuir para doenças inflamatórias crônicas. Os cientistas analisaram uma série de comidas rápidas e industrializadas e perceberam que os hambúrgueres (daqueles de lanchonete que vem com brinquedo, cheios de gordura e vazios de nutrientes) são os mais frequentemente associados às alergias.

Menos comida pronta, mais saúde

Aí temos um ponto pra prestar atenção: comer fast foods reduz o consumo de frutas e vegetais, ricos em antioxidantes e outras coisas que só fazem bem pro corpo. As frutas cítricas, por exemplo, dão um show no aumento da imunidade e devem ser as estrelas do inverno. Então, colocar menos frutas e hortaliças no cardápio pode ter um impacto nas doenças típicas do frio.

Inverno saudável é quente

Se sobra caloria nesses alimentos, faltam vitaminas e nutrientes. Ou seja, tudo o que o corpo da turminha precisa no tempo frio. Então, apesar de no inverno os alimentos mais gordurosos parecerem apetitosos, não podemos abrir mão da qualidade. Uma bela sopinha caseira, ou mesmo um hambúrguer saudável, feito aí na sua casa, são ótimas opções para todo mundo respirar aliviado.


O Gourmet Jr recomenda a consulta de um profissional especializado em caso de dúvida quanto a qualquer informação disponível no portal.